Eu sei que eu demorei quase duas semanas pra terminar de falar da Capital Fashion Week, mas se existe alguém por aí que entende de produção vai entender a minha correria.

No segundo dia de desfiles, a Summer Shop fez bonito com suas peças “abrasileiradas”. Falo assim porque uma marca verão com a proposta que eles trouxeram foi mais ou menos uma versão brazuca de tendências européias (os casaquinhos mesmo eu já tinha visto em algumas coleções da Pumma). Foi uma primeira experiência que deu muito certo. A calças sarouel estiveram em alta.

O desfile da Talentos do Brasil foi o mais, digamos, extravagante. Com peças de palha de palmeira de buriti, cores alegres, sóbrias e uma cartela de looks distintos levou o público ao delírio. Foi a vez dos vestidinhos bordados e camisões reinarem (eles mereceram, sejamos justos).

A Avanzzo apostou no que Stella McCartney costuma fazer; entrou de cabeça na alfaiataria masculina para criar peças femininas. Foram utilizadas cores sóbrias e tecidos finos. Os cabelos e maquiagens das modelos lembravam as eternas pin-ups. Vivemos um revival chic, concordam?

E para encerrar a segunda noite, duas alunas do curso de Design de Moda de um faculdade local desfilaram seus modelitos inspirados respectivamente em toureiros e vampiros. Eliana Murargy pegou emprestado o vermelho e preto dos toureiros de Barcelona e Anna Paula Osório a classe dos lordes vampiros. No desfile de Anna Paula, deu pra ter uma idéia da invasão que as camadas prometem às vitrines.

Talentos do Brasil.

Talentos do Brasil.

Summer Shop

Summer Shop

Eliana Marargy

Eliana Marargy

Avanzzo

Avanzzo

Anna Paula Osório.

Anna Paula Osório.

Anúncios